O PRAZER DE SER HOMEM

VIP

Maio/2004

 

 

 

Bar do Luiz Nozoie

Supra sumo da petiscaria à base de frutos do mar e peixes frescos. Este simpático boteco aberto pelo seu Luiz Nozoie nasceu como sorveteria, em 1962, e só na década de 70 ganhou o perfil que o faria famoso entre manguaças de boa cepa. Ali, o charme está não só no atendimento atencioso, mas no "sofisticado" sistema de gelar cerveja: um samburá (de pesca) acomoda as garrafas de 600ml, mergulhadas na salmora da máquina de fazer sorvete a uma temperatura de - 19º C. Em 30 minutos, a cerveja está "papai noel". Outro diferencial: cada um dos peixes-espada usados nos fenomenais espetos de filé (2,50 reais) foram pinçados, à vara, pelo próprio seu Luiz, do alto de seus 73 anos.

SAIDEIRA: o forte lá é o peixe, mas a rã à milanesa (6 reais) é sublime também. A prateleira acomoda farto sortimento de cachaças mineiras. A cerveja Erdinger (9 reais), alemã, é servida em megacopões largos e sinuosos de dois palmos de altura.

Por Israel do Vale
Foto: Gustavo Lourenção

 

                                      home